Como renegociar seu Empréstimo Consignado e reduzir os juros do empréstimo?

Descubra passo a passo como renegociar seu empréstimo consignado e aliviar sua situação financeira. Não perca a oportunidade de reduzir os juros e as parcelas!

02/10/2023 às 12:00 | Atualizado 04/12/2023 às 15:33 | Tempo de leitura: 3 minutos

Como renegociar seu Empréstimo Consignado e reduzir os juros do empréstimo

Como renegociar seu Empréstimo Consignado e reduzir os juros do empréstimo

Você já deve ter ouvido falar que o empréstimo consignado é uma das formas mais vantajosas de obter crédito, graças às suas taxas de juros baixas. No entanto, mesmo com essa vantagem, muitos se encontram em dificuldades para pagar as parcelas em dia.

Se esse é o seu caso, não se preocupe, pois há uma solução: Você pode renegociar o seu empréstimo consignado de uma forma prática, rápida e sem burocracia através da redução de parcelas. Você não precisa entender de finanças à fundo para organizar suas finanças diárias e ter mais tempo para o que realmente importa.

Neste artigo, vamos mostrar como você pode renegociar seu empréstimo consignado e reduzir os juros, passo a passo.

O que é um Empréstimo Consignado?

Antes de entrarmos nos detalhes da renegociação, é sempre bom lembrar o que é um empréstimo consignado: essa modalidade de crédito é destinada exclusivamente a aposentados, pensionistas do INSS, militares das forças armadas, trabalhadores assalariados de empresas privadas e servidores públicos, ou seja, profissionais que tenham estabilidade e salário fixo.

A característica principal é que as parcelas do empréstimo são descontadas diretamente do salário ou benefício, o que torna possível oferecer taxas de juros extremamente baixas.

Quando é necessário renegociar?

Muitas vezes, as pessoas recorrem ao empréstimo consignado sem um planejamento financeiro adequado e acabam enfrentando dificuldades para pagar as parcelas. Em vez de melhorar a situação financeira, isso pode levar a mais dívidas e a uma espiral de endividamento. Se você se encontra nessa situação, a renegociação é uma opção inteligente.

Passo a passo para renegociar seu Empréstimo Consignado

Todo mundo precisa entender como começar a se organizar e, por isso, a gente preparou um guia prático com cinco etapas para ajudar você a renegociar seu empréstimo consignado com sucesso:

1. Saiba o valor real da sua dívida

Antes de iniciar a renegociação, é fundamental conhecer o valor total da sua dívida. Isso inclui o saldo devedor atualizado, as taxas de juros e quaisquer encargos envolvidos. Muitos agentes financeiros oferecem acesso a esses dados em suas plataformas online, o que facilita a consulta.

2. Entenda as condições da renegociação 

Durante a negociação, certifique-se de entender todas as condições oferecidas. Saiba qual será o desconto sobre a dívida total e verifique os juros se optar por parcelar a nova conta. Se puder pagar a dívida à vista, negocie um desconto maior e pergunte sobre a carta de quitação e o prazo para regularização junto ao Serasa, caso seu nome esteja negativado. Não se esqueça de incluir as novas parcelas na sua planilha de despesas.

3. Não aceite qualquer proposta

Evite aceitar propostas que não se adequam à sua situação financeira. Se tiver dúvidas sobre o cálculo da dívida, questione e não tome decisões impulsivas. Busque em três ou mais bancos, faça uma análise criteriosa das propostas em relação ao seu orçamento e esteja disposto a negociar com o banco a redução dos juros e parcelas.

Na dúvida, baixe um simulador de empréstimo consignado: um aplicativo que pode fazer a pesquisa das principais ofertas mais vantajosas. O Konsi app, além de ser muito fácil de usar, é seguro e conta com um atendimento atencioso para suas principais dúvidas.  

4. Evite novas dívidas 

Após renegociar ou quitar a dívida, evite cair em armadilhas que possam levá-lo a se endividar novamente. Mantenha uma planilha financeira atualizada, onde você poderá anotar seu salário, seus ganhos extras e seus gastos. Não se esqueça de reservar parte da renda para imprevistos, investimentos e evite despesas não essenciais.

5. Transfira sua dívida para outro agente financeiro 

Se a renegociação com seu banco não estiver progredindo como esperado, você pode optar pela portabilidade de crédito, uma opção criada pelo Banco Central do Brasil em 2013 para gerar competitividade entre instituições financeiras. Com isso, você pode transferir sua dívida para outro agente financeiro com melhores condições.

Como solicitar a Portabilidade de Crédito?

Para solicitar a portabilidade de crédito, entre em contato com o banco em que você possui a dívida pendente e solicite o extrato com o saldo devedor para quitação antecipada. Esse cálculo traz a dívida ao valor presente, excluindo os juros não pagos. O novo agente financeiro escolhido pagará a dívida original e assumirá o novo crédito.

Antes de concluir a portabilidade, solicite o Custo Efetivo Total da nova operação para comparar as condições financeiras. Ah, e na Konsi você também pode optar pela modalidade Portabilidade com Troco que possibilita transferir sua dívida de um banco para outro, mantendo a mesma parcela mensal e liberando um novo valor, não deixe de conferir!

Com essas informações em mente, você está pronto para tomar medidas para renegociar seu empréstimo consignado e reduzir os juros. Lembre-se de que o controle financeiro é essencial para evitar problemas futuros.

Não deixe de usar ferramentas como o app da Konsi - Simulador de Empréstimo Consignado para auxiliar nesse processo e tomar decisões financeiras inteligentes. Baixe o Konsi app hoje mesmo e comece a transformar sua situação financeira para melhor.

Tópicos Relacionados