BPC/LOAS: O que é, quem tem direito e como receber o valor

Um dos programas assistenciais mais importantes do país traz mais dignidade, benefícios, maior acesso a programas sociais e ao crédito.

25/09/2023 às 12:00 | Atualizado 04/12/2023 às 15:33 | Tempo de leitura: 5 minutos

BPC/LOAS: O que é, quem tem direito e como receber o valor

BPC/LOAS: O que é, quem tem direito e como receber o valor

O Benefício de Prestação Continuada (BPC), também conhecido como LOAS (Lei Orgânica da Assistência Social), é um programa social fundamental no Brasil, pois visa garantir o sustento e a dignidade de pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Por décadas, o Brasil enfrenta desafios persistentes relacionados à desigualdade social e econômica - um problema histórico que alcança grandes proporções sobretudo nas grandes cidades.  

Em meio a esse contexto, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), também conhecido como LOAS (Lei Orgânica da Assistência Social), surge como um dos pilares mais essenciais do sistema de proteção social do país.

Este programa desempenha um papel de destaque na garantia do sustento e de melhores condições de vida de milhões de brasileiros, como os idosos que não conseguiram se aposentar e pessoas com deficiência. Além da garantia de condições mais dignas, o benefício dá margem a outros programas sociais, bem como o acesso ao empréstimo consignado.

Neste artigo, discutiremos o que é o BPC LOAS, quem tem direito a esse benefício e como é possível receber o valor.

O que é o BPC LOAS?

O BPC LOAS é um benefício assistencial pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a pessoas que se encontram em condição de vulnerabilidade e que não possuem meios de prover sua subsistência.

Esse programa foi criado com base na Constituição Federal de 1988 e na Lei Orgânica da Assistência Social (Lei nº 8.742/1993) e tem como objetivo garantir o direito à qualidade de vida das pessoas em situação de risco social.

O BPC LOAS consiste em um pagamento mensal no valor de um salário mínimo vigente, que pode ser fundamental para garantir o acesso a itens essenciais, como alimentação, moradia e cuidados de saúde. 

Quem tem direito ao BPC LOAS?

Para ter direito ao BPC LOAS, é necessário preencher alguns critérios estabelecidos pela legislação. Os principais requisitos são:

  1. Condição Socioeconômica: O requerente deve estar em situação de pobreza ou extrema pobreza, o que significa que sua renda familiar mensal per capita não pode ultrapassar 1/4 do salário mínimo vigente. Além disso, é necessário não possuir bens ou recursos financeiros que garantam sua subsistência.
  2. Idade ou Deficiência: Existem dois grupos de beneficiários: idosos com idade igual ou superior a 65 anos que não puderam se aposentar e pessoas com deficiência, de qualquer idade, que apresentem impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial.
  3. Cadastro no CadÚnico: É obrigatório estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e manter as informações atualizadas.
  4. Comprovação da Condição de Vulnerabilidade: O INSS poderá solicitar documentos e realizar entrevistas para avaliar a situação socioeconômica do requerente.
  5. Residência no Brasil: É necessário ser residente no Brasil e possuir nacionalidade brasileira ou ser estrangeiro com permanência legal no país.

Como receber o valor do BPC/LOAS?

Para receber o valor do BPC LOAS, é necessário seguir um conjunto de etapas rigorosas que envolvem procedimentos administrativos, documentação precisa e interação com órgãos governamentais. Vamos aprofundar a descrição desse processo:

Cadastro no CadÚnico

O ponto de partida para a solicitação do BPC LOAS é o cadastro no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Esse cadastro é uma ferramenta fundamental para o governo identificar e acompanhar famílias em situação de vulnerabilidade. 

Para se cadastrar, o requerente ou um representante da família deve comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do município em que reside. No momento do cadastro, é muito importante fornecer informações precisas sobre a composição familiar, renda e condição de vida.

Agendamento no INSS

Após a inclusão no CadÚnico, o próximo passo é agendar um atendimento junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), responsável pela análise e concessão do BPC LOAS.

Esse agendamento pode ser feito por telefone, discando o número 135, ou através do site do INSS. Durante o agendamento, o requerente deve especificar que deseja solicitar o BPC LOAS. 

Documentação completa

No dia agendado, é fundamental comparecer ao INSS levando toda a documentação exigida

A lista de documentos pode variar dependendo da categoria do beneficiário (idoso ou pessoa com deficiência), mas geralmente inclui documentos de identificação pessoal, comprovante de residência atualizado, CPF, Título de Eleitor, comprovação da condição de deficiência (caso aplicável), entre outros. 

É importante consultar o INSS ou seu site oficial para obter a lista completa de documentos necessários, uma vez que ela pode ser atualizada.

Entrevista e avaliação

Durante o atendimento no INSS, o requerente pode ser submetido a uma entrevista e avaliação socioeconômica para verificar se atende aos critérios de elegibilidade estabelecidos pela legislação.

Essa etapa é fundamental para assegurar que o benefício seja direcionado às pessoas realmente necessitadas. 

Aprovação e pagamento

Após a análise da documentação e a avaliação socioeconômica, o INSS decidirá se o requerente cumpre os requisitos para receber o BPC LOAS. Caso aprovado, o beneficiário começará a receber o valor do benefício, que é equivalente a um salário mínimo vigente. O pagamento é efetuado mensalmente, de acordo com o calendário de pagamentos do INSS.

Revisões periódicas

É importante estar ciente de que o BPC LOAS está sujeito a revisões periódicas pelo INSS para garantir que o beneficiário ainda atenda aos critérios de elegibilidade. Portanto, é fundamental manter as informações atualizadas no CadÚnico e cooperar com qualquer solicitação de informações adicionais feita pelo INSS.

Beneficiários do BPC/LOAS podem contratar empréstimo consignado?

Sim, de acordo com as informações fornecidas no artigo, os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) podem contratar empréstimo consignado.

O Supremo Tribunal Federal (STF) julgou a questão e permitiu a retomada dessa modalidade de crédito para quem recebe o BPC.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) também publicou instruções normativas com as regras para a concessão do empréstimo consignado a esses beneficiários.

A concessão do empréstimo consignado para beneficiários do BPC seguirá algumas condições específicas, de acordo com as informações apresentadas no artigo:

  1. O beneficiário poderá comprometer até 35% do valor do benefício para pagamento das parcelas do empréstimo consignado, sendo 30% destinados a operações exclusivamente de empréstimo consignado e 5% para cartão de crédito consignado ou cartão consignado de benefício.
  2. O prazo para quitação do empréstimo é de 84 meses.
  3. A taxa de juros aplicada inicialmente seguirá as taxas praticadas para aposentados e pensionistas do INSS, que são de até 1,91% ao mês para empréstimo pessoal consignado e até 2,83% ao mês para cartão de crédito consignado.

É importante que os beneficiários do BPC estejam cientes das condições e limites estabelecidos para o empréstimo consignado e avaliem cuidadosamente se essa modalidade de crédito atende às suas necessidades financeiras e capacidade de pagamento.

Vale ressaltar que o empréstimo consignado é descontado diretamente do benefício, o que pode impactar o valor líquido recebido mensalmente. Portanto, é importante fazer uma análise financeira antes de contratar esse tipo de empréstimo. 

Em resumo, o processo de solicitação e recebimento do BPC LOAS envolve diversas etapas que exigem atenção, documentação precisa e cooperação com as autoridades competentes.

Tais medidas são necessárias para garantir que o benefício seja direcionado a quem realmente necessita e para assegurar a integridade do programa de assistência social. Portanto, é fundamental que os requerentes sigam todas as etapas com cuidado e diligência para acessar e manter o benefício de forma adequada. 

Konsi, o melhor lugar para comparar e contratar crédito consignado!

Konsi é o seu parceiro confiável para empréstimos consignados, portabilidade e muito mais. Eles oferecem uma ferramenta gratuita para encontrar as melhores taxas e condições, com especialistas prontos para ajudar. Baixe o aplicativo Konsi agora e simplifique sua busca por crédito.

Tópicos Relacionados